Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]
Santa Luzia Empresas - Se guia Comercial Luziense
Email: Senha:    
 
     
Esqueceu a senha??
Você esta em: Home » $title » Datafolha-alckmin-psdb-sobe-7-pontos-e-seria-reeleito-por-maioria-absoluta-em-sao-paulo-paulo-skaf-pmdb-cai-5-pontos-e-padilha-%E2%80%9Cposte%E2%80%9D-de-lula-esta-empacado-em-4.html


Home

DATAFOLHA: Alckmin (PSDB) sobe 7 pontos e seria reeleito por maioria absoluta em São Paulo. Paulo Skaf (PMDB) cai 5 pontos e Padilha, “poste” de Lula, está empacado em 4%

Alckmin, Skaf e Padilha: segundo o Datafolha, o governador seria reeleito no primeiro turno, com 54% dos votos. Skaf, seu principal adversário, caiu de 31% para 16% das intenções de voto (Fotos: veja.abril.com.br)

Alckmin, Skaf e Padilha: segundo o Datafolha, o governador seria reeleito no primeiro turno, com 54% dos votos. Skaf, seu principal adversário, caiu de 21% para 16% das intenções de voto (Fotos: veja.abril.com.br)

DATAFOLHA: COM 54%, ALCKMIN SERIA REELEITO NO 1º TURNO

Aprovação à gestão do tucano em São Paulo cresceu de 41% para 46%

Do site de VEJA

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), seria reeleito no primeiro turno, com 54% das intenções de votos, segundo pesquisa Datafolha divulgada na noite desta quinta-feira pelo jornal Folha de S.Paulo em parceria com a TV Globo.

De acordo com o levantamento, Paulo Skaf, do PMDB, aparece com 16% em segundo lugar, e Alexandre Padilha, do PT, tem 4% da preferência dos entrevistados. Outros 13% afirmaram que pretendem votar em branco ou nulo, e 10% não sabem em quem votarão. Os demais candidatos, juntos, somam 4%.

A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

No último levantamento do instituto, divulgado no dia 6 de junho, o tucano marcava 47% das intenções de voto, seguido por Skaf, com 21%, e Padilha, com os mesmos 4%.

Rejeição

Segundo o instituto, Padilha detém a maior rejeição entre os candidatos ao Palácio dos Bandeirantes: 26%. Skaf registrou 20%, e Alckmin, 19%.

O Datafolha também testou a avaliação da atual gestão de Alckmin: o percentual de aprovação – bom e ótimo – subiu de 41% para 46% em relação a junho.

A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo SP-00010/2014. Conforme os dados registrados, foram ouvidos 2.036 eleitores, nos dias 15 e 16 de julho, em 55 municípios paulistas.


Fonte:Ricardo Setti – VEJA.com


Todos os direitos Reservados   © - 2022| Hospedado em: Hospedeme  Rss Facebook Siga-me no Twitter You Tube
Desenvolvimento F7 Sistemas
Pinterest